Como aliar taxa de conversão com vendasO marketing digital contém diversas métricas que ajudam a analisar os resultados das estratégias utilizadas em suas vendas. A Taxa de Conversão é uma delas.

Mais do que implementar dezenas de estratégias e investir seu tempo e dinheiro nelas, é preciso acompanhar seu andamento e performance.

Um empreendedor consciente entende essa importância, e sabemos que é por isso que você está aqui.

Mas em primeiro lugar, você precisa entender:

O que é Taxa de Conversão?

Como já citamos acima, a taxa de conversão é uma métrica muito importante para verificar se suas estratégias de marketing digital, dentre outras estratégias de venda, estão funcionando.

No ambiente de marketing digital, podemos considerar uma conversão qualquer ação que desejamos que um usuário realize na sua loja virtual ou site. Pode ser preencher um formulário, baixar um material ou, no caso que trataremos neste artigo, realizar uma compra.

Como calcular a Taxa de Conversão?

Vamos começar dando um exemplo. Suponhamos que você tenha uma loja online de lancheiras térmicas. No mês de Outubro, seu site teve 600 visitas e vendeu 15 lancheiras térmicas. Sua taxa de conversão neste mês foi de 2,5%.

A fórmula é a seguinte:

número de vendas / número de visitas x 100.

Neste caso, dividimos 15 por 600 e multiplicamos o número por 100 para chegar na porcentagem.

É claro que a taxa de conversão pode também ser medida fora do ambiente online, em uma equipe de vendas. Neste caso, a mesma fórmula pode ser usada, mas no lugar de visitantes do site você pode usar o número de pessoas atendidas pela sua equipe.

Por exemplo: se João atendeu 15 pessoas na segunda-feira passada em sua loja física, e vendeu 5 lancheiras térmicas, a taxa de conversão dele foi de 33,3%. Você pode calcular por vendedor, pela equipe inteira ou como preferir.

Você pode usar outros dados comparativos para calcular a taxa de conversão que façam mais sentido para você. Nos casos acima usamos o número de visitantes do e-commerce e o número de clientes de João, mas você pode basear seu calculo em:

  • número de usuários que preencheram o carrinho de compras;
  • número de clientes que fizeram a demostração grátis de um produto;
  • número de usuários que visitaram uma landing page específica;
  • número de pedidos feitos no site;

E assim por diante.

Apenas você poderá dizer se uma determinada taxa é boa ou ruim para o seu negócio. Será preciso ter em mente todos os seus investimentos com suas estratégias de vendas além de outras métricas. É preciso também avaliar o seu mercado e segmento.


Acesse também o artigo: O que é CAC e qual sua importância para as vendas no e-commerce.


E como posso relacionar a Taxa de Conversão com as vendas?

Agora que já sabe o que é e como calculá-la, chegou a hora de aplicar a taxa de conversão, de fato, como uma métrica de vendas. Como usá-la a favor da sua empresa?

Em primeiro lugar, como já falamos, a taxa de conversão funciona como um norte para sua empresa. Através dela você já é capaz de definir seus futuros passos e pode, inclusive, definir metas mais assertivas.

Mas e se a taxa de conversão não estiver satisfatória? Neste caso, ela vai te mostrar que algo precisa ser melhorado o quanto antes. Dessa forma você poderá tomar as atitudes necessárias para inverter esse quadro e aumentar as vendas.

Agrupamos aqui algumas das principais maneiras de utilizar a taxa de conversão a seu favor para melhorar as vendas:

  • medir a eficácia das páginas e da identidade visual do seu e-commerce;
  • conseguir definir metas de vendas assertivas;
  • entender o desempenho da sua loja em um determinado período (dia, semana, mês, ano, etc);
  • fazer melhorias constantes no site a fim de aumentar a taxa de conversão cada vez mais;
  • direcionar as ações de marketing de forma mais inteligente.

Por isso a taxa de conversão é tão importante para o seu e-commerce.

Considerações finais

Se você tem um site ou uma loja online e ainda não está usando a taxa de conversão, já está atrasado. Comece a usá-la e observe como seu negócio e suas estratégias vão começar a clarear na sua cabeça.

É importante também usar outras métricas para ajudar você a ter uma visão mais ampla quanto for possível.

E se você ainda não está usando nenhuma estratégia de marketing no seu negócio, não deixe de acessar nosso artigo 5 Estratégias de Marketing Digital e E-commerce para começar a fazer seu negócio despontar.

Até o próximo artigo!

 

Juliana é formada em Comunicação Social com ênfase em Relações Públicas pela PUC Minas. É certificada em Google AdWords e Google Analytics pela Google e em Marketing de Conteúdo pela Rock Content. Trabalha com Marketing Digital há mais de 3 anos, é redatora há 5 anos e, hoje, Analista de Marketing Digital na Gdax.

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Compartilhar nas redes sociais