mailing ou leadsDevemos focar em trabalhar com mailing ou leads? O principal objetivo de qualquer empresa é encontrar e alcançar seu público-alvo e muitas vezes investe-se na aquisição ou geração de listas de contatos desses potenciais clientes.

Mas,essa é realmente a forma mais inteligente de trabalharmos? Será que seu time de vendas entende claramente as diferenças de mailing ou leads?

O que é um mailing?

O mailing é um banco de dados segmentado de pessoas físicas ou jurídicas com informações como:

  • Nome;
  • Endereço de e-mail;
  • Dados adicionais de potenciais consumidores ou prospects para seu negócio.

Essa ferramenta geralmente é utilizada para realização de marketing direto no intuito de manter ou iniciar um relacionamento com com tais clientes.

O maior desafio da geração de mailing é fazê-lo em quantidade suficiente para alavancar suas vendas durante o mês. Outro desafio é manter uma qualidade de conversão que atenda à sua empresa. Essa prática torna-se um desafio, uma vez que milhares de pessoas têm optado por não receberem esse tipo de contato, cadastrando seus telefones em órgãos de defesa do consumidor.

O fato de ter o nome de alguém, endereço de e-mail e número de telefone não significa que ele tenha intenção de compra. Esta pessoa está apenas dentro de um perfil estabelecido como target de um produto ou serviço. Mas será que ela realmente quer comprar? Ou ainda, se já acabou de comprar e não vai comprar mais neste momento?

Como ser mais assertivo nesses contatos?

A geração de Leads

Com a crescente automação das ferramentas de Marketing Digital a geração de leads tornou-se uma grande aliada da estratégia de contato das empresas. De forma superficial, podemos definir lead como a “qualificação do contato“.

Diferente do mailing que é uma lista de pessoas que estão dentro do perfil de público alvo.  O lead é o registro de quem entra em contato com a empresa interessado em informações sobre seus produtos e serviços. A primeira iniciativa foi do cliente.

Isso torna o contato menos invasivo!

O fato de um prospect demonstrar interesse, não significa que se tornará um cliente. Para que isso ocorra é preciso qualificar o lead e fazer sua nutrição para assim gerar oportunidades de negócios.

Como fica a conversão?

Qual dos dois bancos de dados tem a melhor conversão: mailing ou leads?

A conversão dos contatos realizados através de leads é maior do que as taxas de conversão alcançadas pelo mailing. Portanto, como o cliente potencial já demonstrou interesse em receber o contato, ele está mais receptivo a receber informações. O lead apresenta mais potencial em gerar oportunidade de negócios e tornar-se uma venda.

E quanto custa?

Para tornar-se mais trabalhado e qualificado o lead demanda um custo maior que o mailing. Enquanto é possível gerar mailing por centavos, o lead custa em torno de R$ 10,00, podendo alcançar valores maiores de acordo com sua qualificação.

É muito importante uma equipe qualificada para trabalhar com a geração desses leads de forma adequada.

Mailing ou Leads: Conclusão

Com a crescente demanda de Marketing Digital, as empresas têm buscado qualificar cada vez mais seus contatos e por isso tem investido na geração de leads. Que são pessoas que demonstram alguma forma interesse pelos produtos ou serviços da empresa.

Leads bem trabalhados, tem maiores chances de se transformarem em clientes reais.